Como ser um especialista em cibersegurança?

Você sabe o que faz e como se tornar um especialista em cibersegurança? Tire todas as dúvidas sobre essa área que está em alta.

cybersegurança

Com o avanço da tecnologia, os ataques cibernéticos em redes de empresas e dispositivos estão cada vez mais frequentes e complexos de prever e evitar. Por isso, manter a segurança digital das empresas tem sido algo muito importante e valioso, o que acaba fazendo aumentar a demanda por especialistas em cibersegurança.

A área da cibersegurança, ou segurança cibernética, é a responsável por ações que visam proteger os dados estratégicos e os recursos de empresas públicas, privadas e dos Estados no âmbito digital.

É por meio dela que temos a garantia de que as nossas conversas pelo WhatsApp são seguras e criptografadas e de que o nosso CPF não cairá em mãos erradas quando nos registramos em lojas online. 

Além disso, é com ela que os Estados Unidos conseguem impedir invasões todos os dias nos dados e informações sensíveis do governo. Portanto, ela está em praticamente todas as esferas da vida social hoje em dia!

Sendo assim, a demanda por especialistas nesta área tende a crescer muito nos próximos anos. Por isso, esse artigo vai mostrar o que faz um especialista em cibersegurança e o que é necessário para conseguir entrar nesse setor.

O que faz um especialista em cibersegurança?

Os profissionais de cyber security são os responsáveis por conseguir enxergar os pontos de vulnerabilidade do negócio dentro do ambiente digital. Assim, a função destes especialistas é mapear todos esses pontos de vulnerabilidade, que deixam espaço para possíveis ataques e ameaças virtuais. 

Além disso, eles também fazem simulações constantes de ataque e de defesa, com a finalidade de criar proteções contra cada um deles, na tentativa de prevenção.

Hoje em dia, infelizmente, é muito comum que criminosos tentem roubar dados pessoais de clientes, dados empresariais, planilhas, dados do governo e diversos outros.

Nesse contexto, o profissional de cibersegurança é responsável por impedir que criminosos virtuais consigam acessar seus dados quando você digita o seu CPF em uma loja online, por exemplo. 

Dentro da área, a possibilidade de subir de cargo e chegar a posições de liderança é bem alta, o que coloca a profissional em um cenário muito positivo para os próximos anos.

As principais atividades que se espera de um especialista em cibersegurança são: 

  • A prevenção dos riscos de sistemas, de ambientes e lojas virtuais; 
  • Detecção de intrusões; 
  • Elaboração de sistemas de proteção; 
  • Criação de políticas de acesso aos dados e informações digitais; 
  • Implementação de parâmetros de segurança; 
  • Ele também deverá manter o ambiente seguro e eficiente para os colaboradores da empresa; 
  • Deve verificar as vulnerabilidades e falhas; 
  • Realizar auditorias; 
  • Fazer testes de suscetibilidade; 
  • Fazer avaliações de risco; 
  • E garantir a segurança no armazenamento de dados.

Como se tornar um especialista em cibersegurança?

Existem alguns cursos para quem deseja se tornar um profissional de cibersegurança, podendo ser graduações ou cursos mais rápidos com qualificação bem ampla.

A área não exige uma faculdade para se tornar um especialista em cibersegurança. No geral, um treinamento especializado em cibersegurança já basta para as empresas.

Nos cursos voltados para cibersegurança, os alunos aprendem a lidar com as mais diversas frentes de cyber security, como a segurança de plataforma, a identidade digital, a segurança de dados e GRC de gestão integrada de riscos.

Os ataques cibernéticos causam consequências muito sérias e gigantes para as empresas, sendo este o motivo principal de elas estarem investindo em profissionais de cibersegurança, gerando muitos benefícios para quem atua na área. 

Esses ataques geram desde prejuízos financeiros, até multas aos órgãos reguladores e a depreciação da reputação das empresas, por não conseguirem oferecer segurança aos seus usuários e clientes.

Por conta disso, o Brasil lançou a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que estabeleceu medidas de segurança que devem ser adotadas pelas empresas que estão em território nacional, a fim de proteger, de forma eficiente, os seus usuários.

Onde esse especialista poderá aplicar os seus conhecimentos?

Dentro das empresas, os profissionais de cibersegurança trabalham, na maioria das vezes, conectados à internet e com o funcionamento dos softwares utilizados. A área é bem ampla e permite a atuação em partes diferentes de empresas que integram a sociedade.

As principais áreas de atuação são: 

  • Com sistemas de transportes (segurança logística, aviões, motores e tráfego como um todo);
  • No banco de dados de empresas (voltado para a segurança dos dados, senhas, logins e cadastros);
  • Na educação (segurança para informações pessoais de alunos, de dados de cadastros, de notas, boletins, faltas e cursos);
  • Em clínicas médicas (segurança para registros, telemedicina, equipamentos conectados à sistemas);
  • Financeiro (em bancos e fintechs, por exemplo);
  • E na área de comunicação (segurança em mensagens, chats, vídeos e e-mails).

Como é o mercado de trabalho?

Hoje, mais do que nunca, as perspectivas para a área de cibersegurança são muito positivas, ainda mais com a inovação do 5G no mundo todo, aumentando ainda mais os investimentos por parte das empresas em “Internet das Coisas” e Inteligência Artificial (IA).

Para conseguir bons resultados na área, é importante optar por bons cursos. Afinal, a concorrência certamente aumentará muito. 

Tanto empresas públicas, como empresas privadas e governos, buscam sempre os melhores profissionais, pois sabem da importância que essa área tem na segurança do negócio como um todo.

A lógica é bem simples: quanto mais tecnologia fizer parte do nosso dia a dia, maior será a necessidade de especialistas de cibersegurança. 

Por isso, a tendência é que essa área cresça e se valorize ainda mais dentro dos próximos anos. Principalmente em um século onde a tecnologia está se desenvolvendo de uma forma extremamente rápida.




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *